Você sabia?

As classificações indicativas e as crianças

As crianças aqui de casa (especialmente o mais velho) “descobriram” o Harry Potter. Permitimos que eles assistissem apenas os filmes com a classificação indicativa adequada para a idade deles, e ainda assim os acompanhamos para evitar que assistissem algumas cenas que nós mesmos considerássemos inadequadas para eles. Isso porque tais classificações servem para gente (minha família) apenas como um norteador, pois, particularmente, não confiamos nem um pouco nas mesmas.

Digo isso porque o meu padrão de classificação de filmes, desenhos e jogos para os meus filhos terem acesso não condiz com aquele dos “especialistas”.

Assisti inúmeros filmes com as crianças que eram indicados como “Livre”, mas que continham algum palavrão (sim, eu ensino aos meus filhos de 6 e 3 anos que falar palavrão é coisa de adulto e ainda assim é errado).

tumblr_m7rsiv4y2y1qb36wno1_500-11-adult-jokes-you-probably-missed-in-your-favorite-kid-movies-png-123082
Não é à toa que essa babá não pôde ser chamada de “perfeita”…

Além disso, muitos já devem ter percebido que, atualmente, até mesmo os desenhos da Disney, Pixar e de outros estúdios que desenvolvem conteúdo infantil (como Monstros S/A, Gato de Botas, Shrek, dentre tantos outros) apresentam várias cenas com falas e atuações que possuem duplo sentido, conotação sexual e outras coisas mais que, na minha opinião de mãe, não têm que ser introduzidas no mundo das crianças, ainda mais tão pequenas, já que devemos considerar que por ser “Livre” o desenho pode ser assistidos pelos pequeninos também.

shrek-11-adult-jokes-you-probably-missed-in-your-favorite-kid-movies-jpeg-123074
Lord Farquaad fica excitado ao ver filme sobre princesas

Talvez você fale que eu esteja exagerando, afinal, eles não têm maturidade para entender algumas coisas que nós adultos “maldamos”. Tudo bem. Assim como eu posso ter a minha opinião, você tem todo direito de ter a sua, e de fato algumas “piadinhas” de dulo sentido talvez passem despercebidas pelas crianças. Mas outras não são tão sutis assim, além do que as crianças são MUITO espertas, umas “esponjinhas” que absorvem e até mesmo repetem o que ouvem e vêem, e por esta razão eu acho, sim, muito importante estarmos alertas para aquilo a que as expomos.

Existem, ainda, os filmes e desenhos com cenas fortes, de mortes, “pesadas”, capazes de impressionar e assustar as crianças, ensejando, por vezes pesadelos.

São filmes como Bambi, O Porquinho Wilbur, Marley e Eu, O Mágico de Oz, dentre outros. Se nós, como adultos, choramos as perdas existentes nesses filmes, temos que pensar, de acordo com a idade e personalidade de cada criança, como será a reação delas.

Não me entenda mal. São filmes lindos, que eu assisti e que eu amo, mas não é porque são “Livres” que podem ser apresentados a crianças de qualquer idade.

Então, da próxima vez que você colocar um filminho para seus pequenos assistirem numa sessão pipoca em família ou na viagem dentro do carro, fique alerta para os “detalhes”, ainda que a classificação indicativa seja “Livre”.

Por fim, aproveito para colocar abaixo a tabela orientadora do Sistema de Classificação Indicativa Brasileiro, com descrições pormenorizadas de suas prerrogativas na qualificação de filmes, jogos e programas de televisão:

Ícone Descrição Faixa de horário
DJCTQ - L.svg Livre
São admitidos com essa classificação obras que contenham predominantemente conteúdos positivos e que não tragam elementos com inadequações passíveis de indicação para faixas etárias superiores a 10 anos, como os elencados abaixo:

Violência: Violência fantasiosa; presença de armas sem violência; mortes sem violência; ossadas e esqueletos sem violência.
Sexo e Nudez: Nudez não erótica.
Drogas: Consumo moderado ou insinuado de drogas lícitas.
A qualquer horário
DJCTQ - 10.svg Não recomendado para menores de dez anos
Os seguintes conteúdos são admitidos:

Violência: Presença de armas com violência; medo/tensão; angústia; ossadas e esqueletos com resquícios de ato de violência; atos criminosos sem violência; linguagem depreciativa.
Sexo e Nudez: Conteúdos educativos sobre sexo
Drogas: Descrições verbais do consumo de drogas lícitas; discussão sobre o tema “tráfico de drogas”; uso medicinal de drogas ilícitas.
A qualquer horário
DJCTQ - 12.svg Não recomendado para menores de doze anos
Os seguintes conteúdos são admitidos:

Violência: Ato violento; lesão corporal; descrição de violência; presença de sangue; sofrimento da vítima; morte natural ou acidental com violência; ato violento contra animais; exposição ao perigo; exposição de pessoas em situações constrangedoras ou degradantes; agressão verbal; obscenidade; bullying; exposição de cadáver; assédio sexual; supervalorização da beleza física; supervalorização do consumo.
Sexo e Nudez: Nudez velada; insinuação sexual; carícias sexuais; masturbação; linguagem chula; linguagem de conteúdo sexual; simulações de sexo; apelo sexual.
Drogas: Consumo de drogas lícitas; indução ao uso de drogas lícitas; consumo irregular de medicamentos; menção a drogas ilícitas.
20h – 06h
DJCTQ - 14.svg Não recomendado para menores de catorze anos
Os seguintes conteúdos são admitidos:

Violência: Morte intencional; estigma/preconceito.
Sexo e Nudez: Nudez; erotização; vulgaridade; relação sexual; prostituição.
Drogas: Insinuação do consumo de drogas ilícitas; descrições verbais do consumo e tráfico de drogas ilícitas; discussão sobre “descriminalização de drogas ilícitas”.
21h – 06h
DJCTQ - 16.svg Não recomendado para menores de dezesseis anos
Os seguintes conteúdos são admitidos:

Violência: Estupro; exploração sexual; coação sexual; tortura; mutilação; suicídio; violência gratuita/banalização da violência; aborto, pena de morte, eutanásia.
Sexo e Nudez: Relação sexual intensa.
Drogas: Produção ou tráfico de qualquer droga ilícita; consumo de drogas ilícitas; indução ao consumo de drogas ilícitas.
22h – 06h
DJCTQ - 18.svg Não recomendado para menores de dezoito anos
Os seguintes conteúdos são admitidos:

Violência: Violência de forte impacto; elogio, glamourização e/ou apologia à violência; crueldade; crimes de ódio; pedofilia.
Sexo e Nudez: Sexo explícito; situações sexuais complexas/de forte impacto (incesto, sexo grupal, fetiches violentos e pornografia em geral).
Drogas: Apologia ao uso de drogas ilícitas.
23h – 06h

 

Anúncios

2 comentários em “As classificações indicativas e as crianças

  1. Adorei! Não acho nada exagerada essa sua preocupação! Temos estar atentos ao que entra em nossa casa, já que não temos esse mesmo controle para o que acontece fora! Sendo assim, acredito que, mesmo quando nossos pequenos estão no mundo, refletem o aprendizado de dentro!

    Curtir

    1. Que bom saber que você também pensa assim, Ca! E concordo contigo quanto a eles serem, lá fora, um reflexo do que aprendem em casa… A responsabilidade é de pai e mãe, não de escola, avós ou qualquer outro terceiro, que pode contribuir mas não ter a função principal. E nosso maior ensinamento é dando o exemplo, diga-se de passagem… eles aprendem mais do ver do que do ouvir. Mais um motivo pra tomar cuidado com o que mostramos também na TV. Beijinhos

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s